[1]
P. V. L. de Araujo, “História e literatura: um diálogo possível? Germinal, de Émile Zola”, Gláuks, vol. 18, nº 2, p. 133-154, fev. 2019.