O espaço ficcional em O amanuense Belmiro (1937), de Cyro dos Anjos

  • Joelma Siqueira
  • Gislene dos Santos Pereira
Palavras-chave: Espaço ficcional, Espaço em obra, Narrativa moderna, O amanuense Belmiro

Resumo

O presente trabalho analisa o espaço ficcional no romance O amanuense Belmiro (1937), de
Cyro dos Anjos, observando o espaço físico da cidade e o espaço em obra da folha na qual o narrador
descreve e analisa acontecimentos, sentimentos e sensações. Ao buscar o passado vivido em Vila Caraíbas,
a partir das sensações do presente vivido em Belo Horizonte, o narrador depara-se com a irrevogável
passagem do tempo e a impossibilidade de recuperar o vivido. Nesse sentido, o romance pode ser visto como
um modo especial de narrar a aproximação entre ficção e realidade.

Referências

ANJOS, Cyro dos. O amanuense Belmiro. 15. ed. Belo Horizonte: Livraria Garnier, 2000.
BERMAN, Marshall. Tudo que é sólido desmancha no ar. A aventura da modernidade. São Paulo: Ed.
BOMENY, Helena. Guardiães da razão: modernistas mineiros. Rio de Janeiro: Editora UFRJ/Tempo Brasileiro, 1994.
BUENO, Luis. Cyro dos Anjos. In: Uma história do romance de 30. São Paulo: Unicamp, 2006
CANDIDO, Antonio. Estratégia. In: O amanuense Belmiro. 15. ed. Belo Horizonte: Livraria Garnier, 2000.
FRANK, Joseph. “A forma espacial na literatura moderna”. Revista USP, n.58. São Paulo, 2003.
LAFETÁ, João Luiz. “À sombra das moças em flor”.In: A dimensão da noite e outros ensaios. São Paulo: Duas cidades; Ed.
34, 2004.
MÁLAQUE, Keila. Lições da borboleta: a trajetória do cronista-amanuense Belmiro Borba. São Paulo: Unesp, 2008.
____. “O Amanuense Belmiro: um caminho alternativo”. Estudos Lingüísticos XXXV, p. 1078-1083, 2006.
Disponível em < http://www.gel.org.br/estudoslinguisticos/edicoesanteriores/4publica-estudos-
2006/sistema06/1135.pdf> Ultimo acesso em 14 jan. 2018.
ROSENFELD, Anatol. “Reflexões sobre o romance moderno”. In: Texto/contexto I. São Paulo: Perspectiva, 1996.
SIMMEL, Georg. A metrópole e a vida mental. In: O fenômeno urbano. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1976.
SCHWARZ, Roberto. Sobre o amanuense Belmiro. In: O pai de família e outros estudos. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1978.
SILVEIRA, Tasso. “Descobrimento de uma metrópole: Bello-Horizonted esta hora”. Diário de Notícias. Rio de Janeiro. p. 5.
16 nov. 1938. Disponível em Último acesso em 12 de jan. 2018
TASSINARI, Alberto. O espaço moderno. São Paulo: Cosac Naify, 2001.
Publicado
2019-02-04