Artistas da Cidade Moderna: Cesário Verde, Álvaro de Campos e Bernardo Soares

  • José Vieira
Palavras-chave: Cesário Verde, Álvaro de Campos, Bernardo Soares, Modernismo, Deambulação.

Resumo

O presente texto pretende demonstrar de que forma a poesia de Cesário Verde
influenciou a modernidade poética portuguesa, mais particularmente a escrita pessoana, em Álvaro de Campos e Bernardo Soares. A partir da análise de dois poemas de Cesário (“Nevroses” e “Num bairro moderno”), daremos conta dos aspetos que o sujeito poético aborda a partir da perspetiva de quem deambula pela cidade moderna observando os transeuntes, numa lógica modernista. Daremos conta, também, da importância do anonimato e da questão da crise
da unidade do sujeito, presente na escrita dos autores abordados, não só através de um movimento pendular entre o eu e o outro, mas também a partir da observação da realidade exterior como caminho para a reflexão interior.

Referências

BARTHES, Roland. A morte do autor. In Rumor da língua. São Paulo: Martins Fontes, 2004a.
BARRENTO, J. “Lisboa-Berlim via Paris: Transfigurações da Cidade na Poesia dos Modernismo”. In: O
Imaginário da Cidade. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1989.
BUESCU, H. C. “Introdução”. In: VERDE, C. Cânticos do Realismo. O Livro de Cesário Verde. Biblioteca
Fundamental da Literatura Portuguesa. Carlos Reis (Coord.) Lisboa: INCM, 2015
COELHO, J. F. Microleituras de Álvaro de Campos. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1987.
MARGARIDO, A. “Bernardo Soares: Escrever é Existir”. Colóquio Letras. 88. Lisboa: Fundação Calouste
Gulbenkian, 1985.
MOISÉS, M. “O Livro do Desassossego: Livro-Caixa, Livro-Sensação?”. In: TAMEN, I (Org.). Encontro
Internacional do Centenário de Fernando Pessoa. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1988.
MONTAURY, A. “Bernardo Soares e Álvaro de Campos: Transeuntes de Lisboa”. In: Revista Semear. 6.
http://www.letras.puc-rio.br/unidades&nucleos/catedra/revista/6Sem_25.html (acesso em 07-06-2016).
MOTA, M. da S. R. Diálogos Modernistas com a Cidade: Mário de Andrade e Bernardo Soares (Proposta de
Leitura Comparativa). Coimbra: Dissertação de Mestrado apresentada à Faculdade de Letras da Universidade
de Coimbra, 2008.
PESSOA. F. Livro do Desassossego. 10a Edição. Edição de Richard Zenith, Lisboa: Assírio e Alvim, 2012.
PESSOA, F. Poesia de Álvaro de Campos. Lisboa: Assírio e Alvim, 2013.
PINTO, L. I. N. M. Le Corbusier e a janela – do vão tradicional ao Brise-Soleil. Dissertação de Mestrado
apresentada à Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto, 2014.
SCHORSKE, C. Pensando com a História. Indagações na Passagem para o Modernismo. Tradução de Pedro
Maia Soares. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.
TEIXEIRA, A. L. Álvaro de Campos, Ele mesmo. Emergência do Sujeito Literário na
Semiperiferia da Cena Moderna. São Paulo: EDUSC, 2007.
VERDE, C. Cânticos do Realismo. O Livro de Cesário Verde. Biblioteca Fundamental da Literatura Portuguesa.
Carlos Reis (Coord.) Lisboa: INCM, 2015.
Publicado
2019-02-04