Breves reflexões sobre o percurso de vida e a identidade de uma escritora francesa da Idade Média: estudo de caso

Autores

  • Ida Lucia Machado FALE/UFMG

Palavras-chave:

Palavras-chave: identidades; narrativa lírica; análise do discurso; texto literário.

Resumo

Resumo: Neste artigo, propomos uma reflexão sobre o conceito de identidade, tomando por base uma narrativa lírica de Marie de France. Esta mulher viveu/escreveu, possivelmente, na segunda metade do século XII, na corte de Henrique II, na Inglaterra: iremos propor alguns comentários sobre sua vida e sobre essa corte. Servindo-nos de uma tradução para o português do Lai du Chèvrefeuille, abordaremos alguns dos imaginários sociais e culturais que circulavam na época da escritora e que condicionam seus escritos, que consideramos como narrativas líricas. Ocupar-nos-emos sobretudo do conceito de identidade, aplicando-o tanto ao indivíduo Marie France, como também aos personagens ou sujeitos de papelpor ela criados no supracitado lai. Nosso objetivo principal é o mostrar que a importância do estudo da identidade e como ele se adequa à interpretação de textos literários.

Referências

AMORIM, O. N. de. O Lai da Madressilva, de Marie de France. Tradução e Comentários. In: Revista Olhar. Ano 2, número 3, junho/2000, p. 1-8. Disponível em:
www.ufscar.br-revistaolhar/pdf/olhar3/09MADRESSILVA.pdf

BERTHELET, A. Marie de France (seconde moitié du XIIe. siècle). In: BERTHELOT, A. et CORNILLIAT, F. (direction) Littérature-Moyen Age et XVIe. siècle. Paris: Nathan, 1988, p.92-94.

TROIES, C. de. Romans. Paris : La Pochothèque, 1994.

CHARAUDEAU, P. Langages et Discours. Paris : Hachette, 1983.

________. Grammaire du Sens et de l’Expression. Paris : Hachette, 1992.
________. Identité sociale e identité discursive. Un jeu de miroir fondateur de l’activité langagière. In: CHARAUDEAU, P. (direction) Identités sociales et discursives du sujet parlant. Paris: L’Harmattan, 2009.

GAULEJAC, V. de. Qui est « je » ? Paris : Seuil, 2009.

KAUFMANN, J.-C. Quand Je est un autre. Pourquoi et comment ça change en nous. Paris: Fayard/Pluriel, 2012.

MACHADO, I.L. Reflexões sobre uma corrente de Análise do Discurso e sua aplicação em Narrativas de vida. Coimbra: Grácio Editor, 2016.

MARTINS, H.; NEVES, C. O lugar da memória. In: Revista Sorria, MOL Editora, jan./fev. 2019, p.29.

Downloads

Publicado

2020-04-24